sábado, 14 de fevereiro de 2009

[correntes 2009] oito minutos

na mesa em que foi apresentado o meu livro, o primeiro autor a falar, um conhecido poeta, usou e abusou dos oito minutos que lhe cabiam, prolongando a sua apresentação por quase vinte minutos, de explicações um tanto vazias sobre o título do seu livro e lendo qualquer coisa como oito poemas (ou talvez mais) do seu livro. o incómodo da sala era evidente. alguém tinha mesmo que o mandar calar.

Sem comentários:

Enviar um comentário