quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

[correntes 2009] o meu outro lado

a primeira coisa que fiz quando cheguei à póvoa foi sair do hotel e caminhar à beira-mar. faltavam poucos minutos para as sete e a avenida do mar estava praticamente deserta. um vento forte, vindo do mar, despenteava-me os poucos cabelos da cabeça. eu sei, eu já nasci algumas vezes aqui na póvoa. e, neste momento, estou a nascer outra vez.

Sem comentários:

Enviar um comentário