sábado, 14 de fevereiro de 2009

[correntes 2009] apresentação de Árctico de Xavier Queipo

a história desta edição nasceu em 2006, quando em conversa com o Xavier Queipo fiquei a saber de uma primeira edição do seu primeiro livro, que teria saído numa editora da qual não havia notícias já há alguns anos. de facto, essa edição perdera-se no turbilhão do mundo editorial, tal como a editora. ao longo destes anos, a conversa e o interesse em fazermos uma reedição do Árctico foi sendo trabalhada, aproveitando até uma revisão para uma nova edição em castelhano. a tradução desta obra foi feita pelo manuel a. domingos, tendo usado essa nova versão e a versão original para resolvermos alguns problemas que nos colocava o texto. também foram sugeridas alterações de pormenor, de modo a que o texto, mantendo-se fiel à intenção original, possa ganhar algo mais para o leitor em português.

na capa do livro encontra-se uma frase "será que os livros são como as marés?". é essa frase que percorre todo o texto, em que encontramos histórias do mar, dos livros e das formas como eles são escritos. para muitos, este pode ser um livro de literatura fantástica. pessoalmente, diria antes que é um livro de realismo para os apaixonados pelos livros.

Sem comentários:

Enviar um comentário