segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Um imenso Portugal, pois...

Enquanto alguns continuam à espera que um cometa os salve do Acordo Ortográfico, outros avançam para a sua utilização. Depois não venham com os argumentos de que a influência da língua portuguesa neste ou naquele ponto do globo fugiu de mãos portuguesas para mãos brasileiras. Cada vez mais, o eixo que conta, para os interesses da Língua Portuguesa, é o eixo Brasil-Angola (como o Padre Vieira defendia, lembram-se?).

Em Lisboa fica-se, apenas, a ver os navios...

Sem comentários:

Enviar um comentário