segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

A bruxa Rabuja

É um privilégio, para mim, poder conviver regularmente com José Colaço Barreiros, um homem que faz já parte da história da tradução em Portugal. Numa das suas últimas visitas à Livrododia, deixou-me, ao jeito de prenda de natal, uma novidade de sua autoria, Histórias da bruxa Rabuja, publicado pela Texto Editores, com ilustrações da Alain Corbel. O livro saiu na interessante colecção Júnior, que tem vindo a crescer nas preferências de miúdos e educadores como uma boa sugestão de primeiras leituras. Já conhecedor de outros trabalhos do José, dediquei uma hora do fim-de-semana a ler as três histórias desta bruxa. E aquilo que vos digo é que não se deixem enganar pela indicação da idade apropriada para a leitura destes textos. São três histórias em poesia rimada, cheias de ironia, a piscar-nos o olhos várias vezes quando, nas curvas da sua vassoura voadora, a Rabuja vai criticando ali, sublinhando acolá, várias injustiças e curiosidades do mundo de hoje. Não sei se um miúdo de 8 anos poderá perceber todo o alcance deste texto, mas a verdade é que os miúdos de trinta, quarenta e cinquenta não deveriam ter vergonha de, ao passar por uma livraria, trazer este "fininho" para se divertirem em casa.
Se vos custar muito, aproveitem ser natal, peçam para embrulhar e digam que é para o sobrinho. Vão ver que os livreiros menos atentos nem vão desconfiar...

Sem comentários:

Enviar um comentário