quinta-feira, 20 de novembro de 2008

estava escrito

Fui confirmar nos arquivos do blogue - de facto, está agora perto de fazer um ano, não fiz qualquer referência à abertura da Byblos. Desde o início que o projecto soava a megalómano e desajustado. Para além disso, ver uma livraria contar com toda a simpatia dos media e do Governo, só pode ser estranho para quem está habituado ao ritmo habitual destas coisas.

Hoje, via Agência Lusa, confirma-se o que sempre foi, mais ou menos, evidente. A Byblos fechou. Não podia mesmo ser de outra maneira. Não havia ponto nenhum em que a Byblos fosse inovadora (pois até aquilo com que prometia diferenciar nunca esteve disponível para o público). Agora, cumpriu o infeliz destino das livrarias mal geridas. Um ano de vida.

Paz à sua alma.

4 comentários:

  1. o sr Cristóvão que nao fale mt...pois ficou em falta para com a byblos...

    para se falar temos que ter alguma moral, certo?

    a byblos vai voltar, estou certo disso.

    ResponderEliminar
  2. pelos vistos, a byblos é que deve a muita gente:

    http://ruadacastela.blogspot.com/2008/11/o-byblifilo.html

    ResponderEliminar
  3. Fiquei em falta para com a byblos?

    moral?

    A Byblos vai voltar? Sinceramente, espero que sim. Que volte e que cumpra o que sempre prometeu.

    ResponderEliminar
  4. A Byblos foi feita para não ter sucesso, ou seja tudo isto estava muito bem pensado, a arder estamos todos desde empregados,alguns vinham da asa,fornecedores,proprietário da loja,segurança,etc...será que já pensaram que este processo não é tão claro como pensam!
    Uma lavagem em que o banho foi dado a todos sem se importarem que do outro lado existe familias,contas para pagar e que essa é que é a verdadeira crise,este pequeno Sr.Areal é assim e com a Asa fez a vida negra a muita gente,agora acertou o resto.

    ResponderEliminar