quarta-feira, 1 de outubro de 2008

A verdade da mentira

Hoje ainda são muitos os alunos que vão para a escola e não levam todos os manuais escolares. Há milhares de estudantes com falta de livros, calculam os livreiros. Os pais pedem compreensão às escolas.Os livros da ASA, Gailivro, Nova Gaia e Texto Editora continuam em falta. Há uma semana, numa carta enviada aos livreiros, o grupo Leya, a que as quatro editoras pertencem, reconhecia que um quarto dos manuais ainda não tinha chegado ao grande público e prometia repor a normalidade até ao final do mês. O assessor de comunicação da Leya, José Menezes, explicava ontem ser impossível confirmar se a promessa foi cumprida: "É preciso contactar vários serviços e não tenho uma resposta para hoje [ontem]", disse ao PÚBLICO. Setembro terminou ontem, mas o desespero dos alunos, pais e livreiros continua.

Leia o artigo completo, assinado por Bárbara Wong, na edição impressa de hoje do Jornal Público.

Sem comentários:

Enviar um comentário