quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Diz que começa hoje o ano lectivo...

E apesar da Senhora Ministra garantir ao país que os livros escolares estão todos prontos e distribuídos pelos alunos, tenho que dizer que isso é uma enorme mentira - existem vários títulos que ainda nem sequer saíram das gráficas...

E apesar de aumentadas as verbas para os alunos subsidiados, e de a segurança social ter enviado cartas a todos os pais, ainda existem cartas por entregar, e depois disso é necessário que os pais se dirijam à escola pedir para trocar a carta pelo ofício com o valor do subsídio e pedir, numa livraria próxima, que lhe façam o desconto (isto quando, uma parte dos pais já comprou e pagou os livros)...

E depois das Câmaras Municipais terem tirado a água do capote, colocando nas escolas e nos pais a opção de escolher quais as livrarias onde querem comprar os livros, as escolas (instituições públicas) não recorrem a concursos públicos nem a consultas públicas e obrigam (ilegalmente) os beneficiários dos subsídios a comprar em determinadas livrarias que vão dar uma comissão à escola por essa indicação...

E apesar de tudo, diz que ainda há esperança.

2 comentários:

  1. :)
    esperança alta .. expectativas baixas, ouvi esta hoje e gostei.

    Quanto aos livros, também me faltam ainda alguns para a princesa lá de casa mas como as dela só começam para a semana .. haja esperança ;)

    ResponderEliminar
  2. Ora muito bem! Assim é que se fala, perdão, assim é que se escreve!

    E depois querem que os nossos jovens não aprendam a mentir! Quem é que dá o exemplo, quem?

    É preciso não ter vergonha na cara para fazer afirmações destas, e outras que todos os dias ouvimos e que provam a gente sem ética que temos a "comandar" os destinos de um País!

    Apetece-me dizer... mas que miséria de País!

    ResponderEliminar