segunda-feira, 14 de abril de 2008

formas do silêncio

Begiak ixten ditut
nere larruaren azaletik
datorkidan larrua
hobeto zelatatzeko

Fecho os olhos
para vigiar melhor
a pele que sobre a minha pele
avança

Kepa Lucas

6 comentários:

  1. Kepa Lucas, poeta vasco de San Sebastián, es un poeta grande y profundo, y sus formas dulces y rotundas no esconden, sino afirman, la hermosura de sus lunas.

    ResponderEliminar
  2. Graças a Google tive a bonita surpresa de ver meus versos em portugues, soam muito bem.
    Muito obrigado.

    Kepa Lucas (Donostia-San Sebastián)

    ResponderEliminar
  3. Encontrei estes versos do Kepa Lucas num livro do António Orihuela que vou traduzir para português. É o único poema que conheço dele, à parte os excertos que estão no link que coloquei no post. Se possível, KL, queria pedir-te para que me enviasses mais alguns poemas.

    Abraço.

    ResponderEliminar