terça-feira, 18 de março de 2008

Valor

Quando entrei na adolescência, jurei a mim mesmo que não gostaria de ser um Bukowski. E não sou, decididamente. Raramente entro num bar. Putas, bom dia boa tarde, até porque de noite raramente saio de casa. Conheço todos os ambientes da perversão e da fantasia. Corri perigos. Sei quando elas falam verdade.

Fernando Esteves Pinto, no seu depoimento bukowskiano, diz isto - "Sei quando elas falam verdade". Haverá mais alguma coisa no mundo com tanto valor quanto isto?

1 comentário:

  1. dizer "sei quando elas não falam verdade" teria mais valor. Mas assim também não está mau

    ResponderEliminar