segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Esquecer certas coisas

"Se ao livreiro acontecia esquecer certas coisas era porque uma grande parte da sua memória estava ocupada pelos seus livros. Conhecia-os tão bem que poderia ler três páginas de um, depois de um outro, e de outro, sem nunca perder o fio à meada.
Todos os livros da sua livraria estavam presentes nele, escritos nele, e o livreiro, ao lê-los, nada mais fazia que os reavivar.
Os livros, esses, precisavam das leituras do livreiro para continuar a viver nele.
Então o livreiro continuava a ler."

Régis de Sá Moreira, Le Libraire

Sem comentários:

Enviar um comentário