sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

[Correntes d'Escritas] Olhar/ Ver

digo que via coisas como quem vê o que não existe

valter hugo mãe

1 comentário:

  1. «Et j'ai vu quelquefois ce que l'homme a cru voir!» Rimbaud, Le Bateau Ivre

    ResponderEliminar