quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Livreiros em greve


A Librería Fuentetaja, propriedade do Pedro Pablo Mansilla, promotor imobiliário ligado ao PSOE entrou recentemente nas notícias do dia em Espanha por uma espantosa razão: parte dos seus funcionários entrou em greve.

Segundo os grevistas, desde que Mansilla passou a controlar 90% da livraria, passou a ser notória a falta de aposta no fundo da livraria, não existe um conceito para o espaço, parte da livraria vai-se esvaziando e não se apostou na criação de uma página web.

Para além de tudo isto, os seus funcionários tinham os ordenados congelados há 8 anos(!!!). Perante isto, os seus funcionários decidiram entrar em greve. No momento em que a greve foi anunciada, o dono da empresa propôs aumentos entre os 8% e os 10% aos seus funcionários, provocando uma cisão entre estes. Neste momento, continuam em greve metade dos funcionários da livraria, um deles foi já despedido pelo dono da empresa, e mantêm um blogue onde vão dando notícia do desenvolvimento da greve.

Aproveito a divulgação desta notícia, para expressar o meu apoio às razões dos grevistas e para saudar a crença no verdadeiro papel que cabe às livrarias pela parte destes livreiros.


Sem comentários:

Enviar um comentário