quinta-feira, 24 de maio de 2007

quando digo que vivo dentro da literatura, não posso esperar que todos aqueles que me rodeiam e gostam de mim possam dizer o mesmo: por eu ter desistido de viver no mundo dos outros, não significa que o mundo dos outros tenha desistido de mim. é por isso que demoro tanto tempo a perceber que o que faço ou escrevo pode magoar quem mais gosta de mim. o mundo fica injusto, assim, desiquilibrado. quando o meu bem te faz chorar.

2 comentários:

  1. quer-me parecer que ainda não desististe...

    ResponderEliminar
  2. Subscreve-se o que acima se diz, mas com a noção de que quem nos ama, também nos é.

    ResponderEliminar