quarta-feira, 23 de maio de 2007

O Último Rei da Escócia

Não há vida que explique a força de um ser humano - é preciso ter, mais que tudo, os olhos bem abertos, a mente esclarecida. Nicholas, parte para o desconhecido, em busca de aventura. Talvez se sinta como Ulisses, capaz de atravessar o mundo e quebrar todas as regras, que sempre haverá quem o espere em casa. Mas Nicholas aprende que casa é o lugar onde se está a cada momento, casa é sobretudo o lugar que nos inquieta, porque mexe com os nossos sentimentos mais profundos, com o nosso amor, com a nossa compreensão, com o nosso próprio equilíbrio. Não há vida que explique a força de um ser humano e, no entanto, alguns seres humanos parecem conseguir ir além de toda essa brutalidade possível que tentamos imaginar. O general Amin será um desses casos. Forest Whitaker, que recebeu o Óscar por esta actuação, consegue-nos transmitir o terror de conviver com ele, mas não nos dá a menor pista para o entender. Talvez seja isso o que mais dói, ao sairmos dobrados sobre nós próprios da sala de cinema.

Título: O Último Rei da Escócia
Realizador: Kevin Macdonald
com Forest Whitaker e James McAvoy

1 comentário:

  1. Também me custou digerir o filme principalmente depois de ter sonhado que fazia parte integrante de uma das piores cenas.

    ResponderEliminar